Marília Atlético Clube (MAC)

O Marília Atlético Clube (MAC), também conhe-cido como Tigrão da Alta Paulista, possui um dos melhores gramados de São Paulo. O gramado antigo do Estádio Munic. Bento de Abreu Sampaio Vidal (Abreuzão), formado pela grama Batatais, foi substituído pela grama Bermudas Tifton 419 em tapetes, proveniente da unidade de produção da Itograss. Todo o trabalho da reforma foi conduzido pelo Eng. Agrônomo Ronaldo Dantas de Maio, pro-prietário da empresa Gramar Gramados Marília, Distribuidor Autorizado Itograss para Marília e região. As medidas do gramado foram ampliadas, passando de 106×70 m para 108x72m.

As obras tiveram início no dia 07/12/03 com o corte e retirada da antiga grama, que seria reaproveitada num campo amador da cidade. O trabalho foi executado em 4 dias. Como o campo antigo já possuía um sistema de drenagem subter-rânea, embora antigo, ele foi preservado, já que o prazo para implantação do novo gramado seria limitado em função do início do Campeonato Paulista. Além disso, por ser uma época propícia à ocorrência de chuvas, a implantação de um novo sistema de drenagem poderia atrasar demasi-adamente a liberação do novo gramado.

O levantamento topográfico começou em seguida, visando corrigir o nivelamento do campo que, por ser muito antigo, era repleto de imperfeições. Através da utilização de equipamentos como patrol, pás carregadeiras e caminhões de terra, realizou-se um trabalho que deixou uma caída de 0,5% do meio para os fundos e 0,7% do meio para as laterais do campo. Esta etapa consumiu mais 3 dias. Foi feita então a troca do sistema de irrigação, implan-tando-se rotores Falcon da Rain Bird.

Concluída esta etapa, seguiu-se a aplicação e incorporação de calcário, feita com enxada rotativa. No dia 20/12, iniciou-se o nivelamento manual do solo-base e aplicação de uma camada de top-soil de 10 cm, constituída de areia média e condici-onador de solo Natus Solos. Esta camada foi sendo aplicada a partir do meio do campo em direção às laterais. Sobre a camada de top-soil, foi aplicado o fertilizante Forth Plantio, visando um rápido enraiza-mento da grama. À medida que a faixa central do campo foi ficando pronta, começou o plantio da grama, em 30/12, para que ela fosse enraizando enquanto preparava-se as laterais do campo.

No dia 17/01/04 finalizou-se o trabalho de plantio do novo gramado, que consumiu 8.664 metros quadrados de grama, considerando os recuos e 40 dias de trabalho interrompidos pelas chuvas. No dia 22/01 realizou-se o 1o corte na faixa central e a partir daí, esses cortes foram se sucedendo na proporção de 1 a 2 por semana. Foram realizadas ainda 2 adubações de cobertura com o fertilizante Forth Jardim e operações de top-dressing com areia média para aperfeiçoar o nivelamento da superfície. O controle de ervas daninhas foi realizado de início, manualmente, e após a formação da grama, quimi-camente. Houve a estréia do gramado sem que estivesse ainda completamente formado, na partida entre Marília x Santo André, em 29 de fevereiro de 2004 pelo Campeonato Paulista, ou seja 42 dias após o término do plantio da grama.

Depois desta data, prosseguiu-se a formação, até que no dia 27 de abril, já em perfeitas condições, o gramado abrigou a estréia do Marília no atual Campeonato Brasileiro da série B, com uma vitória de 7 a 1 sobre a equipe do Sport Recife.

(FONTE: INFORMATIVO VERDE – ITOGRASS).